Planta emergência

Investigação + Residência + Exposição + Circulação

Considerando o histórico de colaboração entre a Oficinas do Convento com as estruturas Osso Colectivo (São Gregório, Caldas da Rainha), Associação Cultural Saco Azul (Porto e Vila Real) e Pó de Vir a Ser (Évora), e o reconhecimento que as mesmas têm no campo da criação e programação em artes plásticas e cruzamentos disciplinares, lançámos o desafio a todos para desenvolver um projeto de residência de criação e circulação nacional com curadoria partilhada durante os anos de 2023 e 2024. 

Cada estrutura seleciona um artista ou um coletivo seu associado; em 2023, os quatro artistas residem e trabalham simultaneamente nos ateliers da Oficinas do Convento, pretendendo proporcionar um ambiente propício ao cruzamento tecnológico e de disciplinas bem como a partilhas informais durante os momentos de cohabitar. 

O ano de 2024 será dedicado à circulação dos resultados do processo de criação levado a cabo em 2023 pelos 4 artistas, em espaços definidos por cada parceiro do projeto. 

Pretende-se que esta itinerância entenda os locais de exposição como um só: como uma “galeria” com várias salas espalhadas pelo território de Norte a Sul de Portugal nas quais se irão expor as peças produzidas. Não será por isso uma exposição itinerante mas sim, uma exposição de 4 criações que ocupam as diferentes salas. No caso de Montemor-o-Novo, pretende realizar-se a apresentação na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo, na primavera de 2024. Seguem-se as restantes 3 localidades: Évora, Caldas da Rainha/ S. Gregório e Vila Real. Como abertura da exposição prevemos uma conversa e apresentação ao público. Na última localidade, em modo encerramento, faremos o lançamento do catálogo.

No período de 2025 e 2026, o processo poderá ser semelhante, ou com outro formato, caso os parceiros assim o decidam.

  • TENACIDADE

2023-2024

OFICINAS DO CONVENTO